Aprenda a criar um blog e tenha sucesso no seu negócio

Aprenda a criar um blog e tenha sucesso no seu negócio


30/10/2017

Sua rotina envolve negociar contratos, liderar equipes e tomar decisões importantes.

Você não está aqui para brincadeira e quer ter um negócio de sucesso e ser a referência como arquiteto ou designer de interiores, certo?

Mas para se tornar uma autoridade no mercado, precisa ir além da indicação boca a boca que as pessoas fazem de você. É indispensável ter uma estratégia digital que te coloque no topo das pesquisas feitas na internet. E para ser eficaz, tenha um blog sempre atualizado.

Este artigo vai te mostrar na prática como criar um blog de sucesso, que vai ajudar as pessoas interessadas no seu trabalho a encontrarem facilmente no Google, assim vão te enxergar como referência no assunto.

Anote cada etapa e mãos à obra!

Por que criar um blog?

São inúmeras as vantagens de criar um blog para o seu negócio e aqui vamos destacar as principais.

Ter um blog ativo é uma forma de divulgar o seu trabalho vai fortalecer a independência que você conquistou. É através dele que você vai reforçar a sua autoridade.

Quanto maior for a frequência que você produz e divulga conteúdos sobre arquitetura e design de interiores, maior será a visibilidade do seu conhecimento. Claro, que essa frequência tem de vir acompanhada de informações de qualidade, que realmente esclareça dúvidas de quem visitar seu blog.

Assim, as pessoas vão perceber de que sempre que precisarem de algum conhecimento na sua área, elas podem ir até o seu blog e se informar, porque elas confiam em você.

Essas pessoas irão te recomendar, talvez através das redes sociais, e mais pessoas irão te encontrar. Você vai levar tráfego orgânico para o seu blog e ser referência, apenas com a produção de um conteúdo que você domina.

Criar um blog é uma estratégia ideal para interagir e conhecer as pessoas que se interessam pelo seu produto/serviço.

Mas o seu negócio não é internet? Seu trabalho é desempenhado fora da tela? Ok, ainda assim o blog é para você.

Quando você escreve um conteúdo de qualidade para as pessoas certas, faz com que elas te tomem como referência e sempre que precisarem dos serviços na sua área, elas se lembrarão com facilidade que você as ajudou antes com uma dúvida respondida através do blog.

As chances dessas pessoas te procurarem e te recomendarem serão maiores.

 

Lembrando que, quanto mais aprendizado você gerar ao seu nicho e maior for a sua referência, você facilmente chegará à primeira página de pesquisas do Google, fazendo com que mais e mais pessoas te encontrem.

Todas essas vantagens por um baixo custo!

Trabalhe com seu nicho

Neste momento você está considerando criar um blog. Certo?! Mas antes de criar o seu blog, foque no seu nicho.

Jamais crie um blog sem saber para quem você vai escrever. Você precisa planejar com cuidado essa parte.

Pense, qual é o assunto que você mais domina e pode falar com propriedade?

Então esse será o foco do seu blog.

Dentro do mercado de arquitetura e design de interiores existe uma infinidade de temas que é possível abordar. Porém, enquanto mais você tratar de assuntos específicos, aumentam suas chances de atrair interesse e conquistar a admiração de quem procura as soluções que você oferece em seus projetos.

Agora pense em quem verá esse conteúdo? Para quem você está escrevendo?

Crie seu público, mentalize a idade dessas pessoas, no que elas procuram, que linguagem elas usam. Pense em quem elas são, em seguida, você está pronto para criar o seu blog.

Domínio x Hospedagem

Esta é a etapa de criação, onde você vai pensar no nome do seu domínio e definir onde ele ficará hospedado.

O domínio é o nome do seu blog, por exemplo: www.meublog.com.br

Se você já tiver um site próprio, fica mais simples usar a extensão “blog” para o site que as pessoas já conhecem. Assim: www.meusite.com.br/blog

Caso não tenha um site, você precisará registrar um domínio, ou seja, um nome para começar. Pode ser o nome do seu negócio físico, talvez. Você pode comprar esse registro em sites como o Registro BR.

Domínio comprado? Agora é a hora de hospedar o seu domínio. Ou seja, o espaço em que ele ficará “guardado”.

Complicado?!

Uma analogia bem simples para esclarecer essa parte é por exemplo a compra de um imóvel:

Imagine que a internet é uma grande cidade e você comprou uma casa nessa cidade. Nessa lógica, seu endereço é o seu domínio, sua casa é a sua hospedagem.

Depois, pode utilizar uma plataforma que facilite a atualização do conteúdo. E recomendamos fortemente o WordPress.org, que é simples e bem intuitivo. Usamos ele aqui no Marketing Decór e também no Casa de Valentina. E vou explicar as razões para esta preferência.

Use o WordPress e não um blog gratuito

Blogs gratuitos não possuem domínio personalizado, ou seja, o domínio que você comprou de nada valerá. Hospedagens gratuitas não destacam o nome da sua marca.

Existem diversos outros fatores mais técnicos que mostram o quão desfavorável é para você manter uma hospedagem gratuita, mas o maior a se destacar é a credibilidade.

Pense em dois blogs que falam do mesmo assunto, ambos com conteúdo de qualidade, porém, um deles não há um domínio próprio e vem www.wordpress.com/meublogdesucesso já o outro está assim www.meublogdesucesso.com.br.

Responda: qual deles te passa mais confiança?

Certamente você pensou na segunda opção, com o domínio próprio. Essa é a principal questão para não se usar hospedagens gratuitas: a credibilidade que o seu blog irá passar.

Vale a pena investir em um pacote do WordPress para usar o seu domínio próprio.

Lembre-se: é um investimento pequeno que irá te trazer um retorno muito maior.

Além disso, deve levar em consideração a maior autonomia para editar seu design, incluir plugins com diversas funcionalidades e ter o controle total dos conteúdos nele. com seu próprio domínio, estará construindo um patrimônio duradouro, que se valoriza ao passar do tempo.

O que publicar no blog?

Tudo pronto! Mas e o conteúdo?

Você se lembra o porque resolveu criar um blog? Para falar com propriedade sobre um assunto que você domina para todos na internet, tornar-se expert na sua área e chamar a atenção de possíveis clientes.

Você só precisa focar naquilo que você domina. Simples!

Pense em ajudar o seu público a resolver os problemas deles através das suas publicações, falando com experiência e propriedade sobre cada assunto.

Desenvolva um calendário editorial consistente, para que sempre tenha novidades interessantes no seu blog. Assim como nas redes sociais, você deve variar nos formatos, incluindo textos, vídeos e imagens (que podem ser fotografias, infográficos explicando algo passo a passo, ou mesmo templates prontos, como uma planilha para organizar as etapas de um evento, ou lista de materiais, etc).

Conclusão

E para finalizar, um toque importante. Se você já produz conteúdo para as redes sociais e acha que isso é o suficiente, fica o convite a refletir.

Acredita mesmo que vale a pena que todo o seu esforço fique nas mãos de grandes empresas? Corre o risco de perder esse trabalho se um dia a plataforma deixar de existir, como vimos acontecer com o Orkut.

Eu explico. Um blog ou site é um espaço seu, onde as regras é você quem determina. O tráfego orgânico gerado ao longo do tempo será totalmente gratuito.

E os conteúdos que você produzir continuarão sendo visitados. Você se lembra a última vez em que esteve numa página e buscou por algum conteúdo antigo?

Além disso, tanto o YouTube como também o Facebook, Instagram e outras redes sociais, costumam mudar as regras para favorecer os anunciantes, aqueles que pagam pela visibilidade das suas publicações.

Então, se ficar qualquer dúvida, comenta aqui abaixo e compartilhe sua experiência com a gente.

Lucila Turqueto

2 Comentários

  • PRISCILLA CHACCUR PRADE
    30/10/2017

    Olá, Lucila!
    Ótimo post! Você acha que o blog substitui um site? Já registrei meu domínio, mas ainda não tenho nenhum dos dois funcionando (vergonha!) , e estou realmente preferindo focar em um blog, por ser mais dinâmico.
    Obrigada por compartilhar seu conhecimento precioso!

LEAVE A COMMENT